Postagens populares

quinta-feira, abril 28, 2005

O menino que jogava estrelas ao mar


Um poeta foi para sua casa de praia buscar inspiração para escrever um novo livro. Seu hábito era passear pela areia toda manhã e a tarde escrevia. Numa dessas caminhadas visualizou ao longe, um jovem que se abaixava, apanhava alguma coisa na areia e a arremessava ao mar. No dia seguinte, em seu passeio, observou novamente o poeta o jovem a repetir a mesma cena da manhã anterior. Abaixava-se, apanhava algo na areia e arremessava ao mar. Na terceira manhã, ante a repetição das mesmas cenas, o poeta, intrigado, achegou-se ao jovem e perguntou: - O que fazes meu jovem? - Estou jogando essas estrelas-do-mar de volta ao oceano para elas não morrerem na praia - respondeu o jovem. - Mas porque você faz isso se milhões de estrelas-do-mar estão morrendo nas areias nesse momento e não vai fazer nenhuma diferença você salvar uma, duas ou três delas? Ao que o jovem respondeu: - Para essas duas ou três faz muita diferença. A partir desse dia, toda manhã é possível ver numa praia qualquer um jovem e um poeta arremessando estrelas de volta ao mar.

Colhida pela tradição oral. Recontada por James Silva

3 comentários:

Anônimo disse...

só mude a cor da letra das histórias,por favor
sao super legais....
vc tem um dom ......
deus te abençoe mais e mais....

James Silva disse...

pode deixar que arrumarei tempo pra fazer isso. em um próximo comentário por favor se identifique para continuarmos manter contato. abraço

Lara disse...

parabens, vc tem uma certa coisas que mt gente naum tem